O Amor tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. O Amor jamais acaba. (1º Cor. 13:4-8)


Thanks to the Americans for being ums of the biggest visitors to my blog,

Pesquisar

sábado, 30 de junho de 2012

UMA IMAGEM E UM AMOR

História Real ♥
Era um dia normal como qualquer outro, onde tinha acabado de criar o meu orkut, ate então não achava graça, só criei para poder ver o que tanto falavam e comentavam, por ser a moda do momento e um certo dia comecei a olhar os perfis dos amigos de amigos, admirando as fotos e ao olhar as fotos dos amigos do meu irmão deparei com uma simples fotografia, que gostei muito da sensação que a pessoa da imagem me passava, eu não pude resistir e mandei o convite para ela, mas achei que nem ia aceitar por nunca ter me visto, mas uma semana se passou e ao olhar minha lista de amigos reparei que tinha uma pessoa a mais, quando resolvi ver quem era a pessoa que tinha sido adicionada, vi que a garota da foto que me encantava tinha aceitado o meu convite, resolvi olhar suas fotos que eram poucas, mas cada uma dela me fazia sentir que já a conhecesse, me fazendo desejar conversar com ela, queria saber onde ela morava, mas com intenções apenas de amizade, quando pedi o seu e-mail para conversar em mensagens instantâneas, e logo ela me mandou e começamos a conversar, no inicio era poucas conversas, e o tempo foi se passando e as conversas aumentando, pois já sabia exatamente os dias e a hora que ela iria entrar, era encantadora a nossa conversa, e quando ela não entrava eu sentia muita falta, e cada dia que passava eu queria mais e mais aquele momento, e ficava cada vez mais ansioso para poder conversar novamente e não via o tempo se passar quando estávamos conversando, os meses foi se passando e mais amigos ficamos, eu queria poder marcar algum encontro com ela, para poder conhecê-la pessoalmente, mas não gosto de marcar encontros, só queria encontrar alguém assim por acaso, por ter medo que a pessoa não fosse o que dizia por traz da tela, mas o acaso demorava demais e eu ficava mais agoniado.
Até que um dia resolvi criar essa acaso, e certo dia assim que eu passava perto do colégio onde ela estudava e reparei que os alunos saiam, resolvi esperar por ela, debaixo de uma cobertura que ficava próximo ao colégio, eu sabia que ela ia passar por ali, resolvi esperar e dez minutos se passou e eu avistei duas garotas atravessando a rua e caminhando no sentido onde eu estava, e reparei que uma das garotas era ela e comecei a ficar nervoso e por ser muito tímido quase que não saiu palavras da minha boca quando ela passava do meu lado, mas eu consegui falar o nome dela, e por surpresa era ela, a garota que eu apenas conhecia pela internet que morria de vontade de conhecer; nossa eu tímido ela nervosa e com medo, mal conversamos, pois tinha percebido que ela estava muito nervosa e lembro-me perfeitamente daquela imagem, onde ela estava apontando o dedo pra mim e com olhar tímido e me disse o meu sub-Nick que por causa dela ate hoje e meu apelido; e muito tempo depois ela me disse que no dia em que nos conhecemos tinha ficado com medo que eu fosse um sequestrador.
 Mas resolvi acompanhá-la ate certo ponto do caminho e tanto eu como ela estávamos nervosos, me despedi dela com um abraço estranho e muito sem jeito. E uns dias depois desse nosso encontro eu consegui falar com ela pela internet, eu estava muito nervoso, pois tinha medo que ela não tivesse gostado de me conhecer pessoalmente, pois eu tinha amado ter conhecido ela e quando conversávamos descobri que ela tinha gostado de me conhecer, nossa foi tão bom saber daquilo e isso me fazia sentia feliz e estranho, pois estava parecendo um garotinho apaixonado, então que resolvemos conversar mais vezes pessoalmente, mas os dias nunca se batiam para poder vê-la novamente, eu fui algumas vezes na frente do colégio onde ela estudava a espera de sua saída para que pudesse nos ver, mas ficava esperando ate o portão do colégio se fechar, e triste acabava voltando para casa e depois de quatro tentativas tinha desistido, pois achava que ela não estudava mais no mesmo colégio, ate pensei que ela tinha se mudado de medo por minha causa.
Ate que um dia eu consegui falar com ela, e ela me disse que estava saindo mais cedo nos dias em que eu ficava esperando por ela, e acabamos marcando que eu fosse lá o dia seguinte, para encontrá-la na saída, e o dia chegou com muita ansiedade e acabamos nos encontrando e matei minha saudade do seu abraço, nossa eu estava muito encantado com ela, sentia que tinha acabado de fazer a maior amizade da minha vida, pois queria ela sempre bem e cada vez mais desejava estar com ela e sempre ficava triste ao vê-la se entristecer e o nosso segundo encontro me fez desejar profundamente um beijo, mas não qualquer beijo, e esse beijo que não roubei dela me faz ate hoje desejar voltar a esse dia, só pra poder dar esse beijo, pois ainda sinto a sede desse beijo e por causa desse desejo pensava cada dia mais em pedi-la em namoro, mas não tinha coragem de me relacionar com ela por ela ser muito nova na época, e tinha medo de falar que eu tinha vontade de namorar com ela e isso acabar nos separando e eu perdendo a companhia dela, e sempre escondi esse meu louco desejo, onde me sentia triste ao ouvi-la falar que estava gostando de certo alguém, de alguém que ela nunca falava quem era e tempo foi se passando e esse alguém ficava mais na cara que era eu, só que por esta gostando dela tinha medo de esta enganado e isso acabar com o clima agradável que tínhamos, mas isso não atrapalhou que fossemos grandes amigos, e a cada dia estava se tornando minha melhor, ela me escutava me elogiava, me apoiava, mas como toda amizade distante também achava que cada um ia seguir o seu rumo, pois ficávamos muitos dias sem nos falar, por não ter como nos encontrar, pois o mundo tem o dizer, não existe amizade entre um homem e mulher, e por isso ficávamos com medo da rejeição entre a família, e só encontrávamos em dias de aula, mas não ficávamos muito tempo conversando, eu apenas esperava ela na frente do colégio, e acompanhava ate próximo a casa dela, pra ser mais exato ate na metade do caminho, pois ate mesmo a nossa amizade era escondida, ela tinha medo que a família nos visse juntos e nos obrigássemos a não nos encontrar.
Ate que um dia por motivos profissionais acabei me mudando da cidade, para poder trabalhar, e nossas conversas ficaram muito raras, por eu não ter tempo de acessar a internet, que era por onde conversávamos, lembro-me do dia em que eu disse para ela que já não morava na mesma cidade, e ela começou a chorar, nossa aquilo me tocou profundamente, me fazendo perceber que ela realmente gostasse de mim, e aquele momento me fez desejar muito a companhia dela, e acabei me emocionando com o que acontecia, e acabei saindo da lan house por não conseguir esconder as lagrimas nos meus olhos e voltei para casa por estar muito emocionado.
E os dias se passaram e com eles se foram um mês, foi então que aproveitei o fim de semana para visitar a cidade onde eu morava, e poder rever meus familiares e amigos, mas quem realmente desejaria ver não haveria como, pois só poderia vê-la em dias de aula e pela parte da manhã, logo após a sua saída do colégio, e não teve como por que tinha chegado à cidade pela parte da noite já no fim da semana, e por isso acabei nem conseguindo falar com ela e o fim de semana se passou e acabei retornando para cidade onde estava á trabalho. Por onde passei duas semanas e resolvi voltar e aproveitar o feriado de sexta para poder ir ao colégio dela e poder ver e abraça-la novamente, só que era feriado nacional e por isso acabei ficando muito triste, pois não avia aula. A como isso me deixou triste, pois voltava pra casa sem poder vê-la novamente, e ao retornar ao trabalho, por onde passei mais ou menos vinte dias, ate que teve um feriado que era só da cidade onde estava morando, que era um feriado de quinta-feira e acabaram emendando a sexta, que eu resolvi visitar minha família e poder ver aquela garotinha linda que já tinha uns três meses que não a via. Quando então eu cheguei à cidade pela quarta à noite, e resolvi entrar na internet no intuito de poder marcar um encontro, e no fim da noite ate meia hora do de costume ela entrou; engraçado, mas não sei se era saudade que era demais, ou era por que tinha muito tempo que não nos falávamos, meu coração foi a mil assim que ela entrou, e ao falar que estava na cidade, ela ficou muito alegre, e marcamos um encontro no dia seguinte, mas como sempre no final da aula, onde ate passamos mais tempo juntos, pois ela tinha saído mais cedo, e fomos à sorveteria, onde conversamos por muito tempo, mas sempre quando estamos juntos a hora passa muito rápido, e novamente nos despedimos, com um longo e carinhoso duplo abraço, e hoje eu relembro esse abraço como um que se aperta com medo de se perder.
E novamente retornei a cidade onde eu trabalhava, por onde passei por alguns meses e por motivos de saúde onde tive que sair da empresa, e por falta de condições para fica na cidade e por lembrar-me do dia em que aquela garotinha chorou por saber da minha ausência, acabei aproveitando e retornar para casa dos meus pais. E quando cheguei logo foi rever meus amigos e matar a saudade da garota, que já estava viciado em seus abraços, e por não trabalhar e sempre com tempo de sobra os nossos encontros ficaram mais frequentes, e longos, era inexplicável a sensação ao estar junto a ela, o tempo passava voando, cada dia que passava ficava mais encantado por ela, e cada dia queria poder vê-la e poder novamente abraçá-la bem forte, e toda vez que nos despedimos sempre dávamos no mínimo dois abraços era nossa marca o duplo abraço.
O tempo foi se passando e com ele a vontade que só aumentava, gostava de vê-la sorrir e de ouvir sua linda e doce voz, mas o máximo que nos encontrávamos era pouco para o meu coração, e certo dia pedi ela que fosse minha namorada de mentira, pois queria mostrar as mensagens dela como se fosse minha namorada e poder mandar outras dizendo o que sentia, mas depois de alguns meses eu não aguentei mais esconder o que sentia, e resolvi marcar um encontro para poder falar tudo que eu escondia, queria poder dizer tudo em um lugar lindo e perfeito, pois sonhava em desenhar esse dia em nossas vidas, mas não avia opções, foi que então resolvi pedi-la em namoro na esquina da casa dela, não foi um lugar muito apropriado para poder se fazer um pedido de namoro, mas não poderia mais deixar pra depois, pois tinha medo que o depois poderia ser tarde demais, e por medo que alguém visse e não apoiar nosso namoro decidíamos ter o nosso primeiro beijo em frente a um colégio que avia próximo a casa dela, lugar onde eu nunca esquecerei, pois me lembro que voei sem tirar os pés do chão, no dia vinte e três de junho de 2010 debaixo daquela arvore descobri que não precisava de lugar romântico e lindo, pois quando estamos com quem amamos qualquer lugar se torna o paraíso. E depois desse dia ficamos mais próximos, mas não por que éramos mais que amigos, mas sim por que deixamos de esconder o que sentíamos.
 Mas por vários motivos resolvemos terminar e nos afastar, mas por um só sempre fomos os melhores amigos um do outro, e por uma sensação inexplicável acabávamos sempre voltando. E ao terminar varias vezes, achávamos que depois daquele momento iríamos nos afastar e acabar perdendo ate a amizade que tínhamos, mas toda vez que nos separamos ficávamos no máximo um mês afastados, ate que a saudades nos fizesse reencontrar, por isso que vou sempre dizer que por ela a distancia pode insistir em nos separar, mas em todos os caminhos que seguimos sempre haverá um lugar aonde iremos nos encontrar.
 Mas em um ano tentamos varias vezes, e a cada fim prometemos para nos mesmo que nunca mais iremos nos encontrar, mas por todas essas vezes percebi que é tolo pensar em agir contra um coração que já conspira em nos aproximar, hoje posso dizer que somos mais do que amigos, pois somos irmão e eternos namorados e carregamos um amor especial, onde ainda não sabemos os significados de cada batida que o coração diz, mas sei que cada batida do meu chama o teu nome só que minha mente insiste em dizer não e meus sentimentos são maiores e acaba se tornando o não, em algo impossível.
Hoje não sei dizer se iremos ser eternamente assim, mas posso dizer que sempre fomos assim, algo que vai além de mim que me faz dizer sim querendo dizer não, e me faz-te ver quando quero fugir. E como uma linda historia de amor, teve seu inicio engraçado e emocionante e desejo que não tenha o meu fim, quero que alguém escreva esse fim, quero viver eternamente realizando sonhos e criando milhares de cenas e no fim de cada dia poder escrever mais um capítulo, capítulo cheio de carinho e de emoções. Sei que não existem finais felizes e nem historias perfeitas, mas quero recordar e sempre relembrar em minhas falhas lembranças apenas aquilo que me fez sorrir e o que me fez chorar quero carregar como obstáculos que me faz crescer e ser mais forte e feliz ao poder vencê-los, não sei se irei te fazer feliz pra sempre, mas sei que a amo demais, e só quero a tua felicidade,
Tenho a certeza de que, por mais que eu deseje me afasta e nunca mais poder te ver, vem o tempo e muda tudo, ele vem e cria milhares de caminhos que me leva a você, quando achava ter esquecido e me acostumado com a distância, de repente vem em mim as lembranças de sua imagem em minha mente e me faz desejar em ter ver novamente e me faz querer sentir mais uma vez os seus abraços, não sei explicar o que sinto, mas sei que mesmo estando ao seu lado sinto saudade de ti. Hoje e eternamente, o máximo de você, sempre será pouco pra mim.
Desejo-te mais do que você imagina e te amo mais do que eu pensava, como sempre foi, e desejo que ainda seja a letra de nossa canção. Inigualável sensação, Estar com você, Tão incalculável, Tão inexplicável, A grandeza desse amor.



D.J.  "Darley Soares" 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Mascote "Sinistro"