O Amor tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. O Amor jamais acaba. (1º Cor. 13:4-8)


Thanks to the Americans for being ums of the biggest visitors to my blog,

Pesquisar

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

CAMINHOS SOBRE OS ESPINHOS


 Estou refém do medo, escravo da solidão, fora tantos desatino que fez esconder um coração. O medo toma conta da minha face ao ponto de esconder todos os meus segredos. Escolhi amar por pouco tempo, vou amar só enquanto durar o meu respirar. E se você provar de que eu desistir fácil, irei me abrigar no silêncio das tuas palavras, fora isso não me julgue. Sou o grito desesperado de um olhar lagrimejado no silêncio de um quarto calado, sou a dor, sou o sorriso, sou dono dos meus passos, mas sou guiado por fortes sentimentos em tudo o que faço. Sou dependente dos meus caminhos, por onde tem flores também a espinhos, sei que a perfeição será apenas os caminhos que irei trilhar.




 D.J. "Darley Soares"

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Mascote "Sinistro"